As melhores dicas para tomar as decisões certas

As melhores dicas para tomar as decisões certas

Mariana Braga
2018-07-26
A 26 de julho, celebra-se o "All or Nothing Day" - "tudo ou nada" em português. Este dia é um incentivo para a tomada de todas as decisões que estão pendentes. Conheça as nossas dicas para tornar essa tarefa mais fácil.

Não dar voz ao medo

É normal que se sinta inseguro, mas o truque é colocar-se no comando das suas decisões e não deixar que as emoções o impeçam de tomar alguma decisão ou dificultam o processo. Informe-se dos aspetos do seu problema e tome a decisão baseado em factos e nunca em emoções. Para além disso, ligue a um amigo e fale sobre o assunto, abordar o tema em voz alta poderá dar-lhe uma solução que não encontrará sozinho. 

Controlar o impulso

Não tome decisões sem refletir. Sabemos da dificuldade que é termos que esperar e pensar se estamos a reagir da maneira correta, mas damos-lhe a certeza que decisões por impulso não são, de todo, as melhores.

Identificar o pior cenário

Sejamos francos: são poucas as situações da nossa vida que, após uma decisão mal tomada, não se resolvam. Nada é definitivo e há sempre planos alternativos que contornam situações imprevisíveis. Conheça as consequências de cada lado da decisão e pondere o pior que pode acontecer. Tomar consciência do que pode acontecer irá tranquilizá-lo.

Respeitar o tempo

É normal que algumas decisões levem alguns dias a ser ponderadas, mesmo que não haja um tempo exato. Aconselhamos a pensar no assunto durante o dia porque, não é novidade para ninguém que, à noite ficamos mais vulneráveis e o pensamento não é tão claro.

Não pensar demasiado

É importante ser racional, mas não é saudável analisar meticulosamente o problema porque vai começar a não ver a situação como ela realmente é e a transformar os pequenos detalhes em grandes problemas. 

Aproveitar

Por mais estranho e cliché que possa soar, é importante saber aproveitar a oportunidade e tomar o seu melhor partido, mesmo que a sua decisão não tenha sido a melhor ou a mais agradável. A vida não só são decisões fáceis e bonitas, mas podem sempre servir de aprendizagem. Entender isto ajuda-o a manter o equilíbrio emocional e a lidar com o sentimento de falha e frustração.