O que (realmente) dizem os teus olhos

O que (realmente) dizem os teus olhos

Paula Sá
2018-10-22
A seguir ao rosto, os olhos são considerados o elemento mais importante nas situações de interação humana. Desta forma, decidimos reunir possíveis significados daquilo que fazemos com o nosso olhar.

Esfregar os olhos

Pode ser apenas para limpar alguma poeira ou pode ser sinal de uma pessoa que se sente cansada.


Tapar os olhos

Geralmente acontece quando não queremos olhar para alguma coisa ou quando não queremos que olhem para nós.


Desviar os olhos

Quando não queremos que os outros saibam que estamos a olhar para eles ou quando perdemos o interesse na conversa. Se o desvio for instantâneo pode indicar timidez, raiva, nervosismo ou mentira.


Olhos cansados

Demonstra falta de alegria e de entusiasmo. Quando os olhos parecem excessivamente sonolentos, a pessoa pode sentir-se fraca ou ter alguma doença/ distúrbio psicológico.


Pupilas dilatadas

Quando o nosso cérebro procura por mais pistas visuais, as nossas pupilas dilatam. Estas transmitem emoção e aumento do nível da atividade cerebral. As pupilas também costumam dilatar quando olhamos para alguém por quem estamos apaixonados.


Olhar para baixo

Sugere falta de confiança, nervosismo e/ou timidez. Também pode indicar embaraço, insulto, perda ou tristeza. 


Olhar linear

Quando olhamos diretamente para alguém, demonstramos interesse, atenção, entusiasmo, confiança e envolvimento social. É considerado o olhar mais aceitável e adequado no meio social.


Olhar para cima

Sugere imaginação, visualização, fantasia, pensamento e criatividade. Também pode ser sinal de teimosia, desprezo, desagrado ou tédio.


Fechar os olhos

Se não houver stress na zona da musculatura, pode indicar tranquilidade, contemplação e/ou meditação. Quando estão firmemente fechados na zona da musculatura, indica stress, conflito e/ou dor. 


Olhar esquivo/instável

Confusão, medo, stress, loucura ou falta de confiança. É considerado o tipo de olhar menos confiável.


Piscar os olhos

Sugere medo, nervosismo, culpa, raiva e instabilidade. Piscar em excesso indica alta atividade neural.


Coçar os olhos

Pode ser um sinal que a pessoa está a mentir, ou que a pessoa não quer ouvir o que está a ser dito.