Saiba antes de comprar: máquinas fotográficas

Saiba antes de comprar: máquinas fotográficas

Mariana Braga
2018-06-29
Se está a pensar em comprar uma máquina fotográfica é possível que a semelhança entre elas e a variedade de oferta torne a sua decisão mais difícil de tomar. Neste artigo, reunimos algumas dicas para lhe facilitar a escolha.

Antes de mais, é importante não seguir a fama da marca da câmara. O que está em causa não é a marca, mas a qualidade de uma máquina. Em Portugal, existe a tendência em escolher entre a Canon e a Nikon, mas a verdade é que há outras marcas a destacar-se como a Panasonic, a Fujifilm ou a Sony.


Iniciante ou profissional?

É importante fazer uma introspeção para entender se conseguirá justificar o investimento feito e se realmente irá dar o uso necessário ao material escolhido. Fotografa frequentemente ou apenas precisa de uma máquina para quando vai de férias? Tenha especial atenção à relação entre o preço do equipamento e a utilidade que terá para si.


O mito dos megapixeis

Ao contrário do que alguns fabricantes transmitem, a quantidade de pixeis não está diretamente ligada com a qualidade de imagem. É importante entender que a resolução se trata da quantidade de pixeis que forma determinada imagem e depende da capacidade de captação que o sensor da câmara possui, ou seja, é possível uma câmara com menos megapixels fotografar com mais qualidade.

Posto isto, não faça comparações de qualidade tendo em conta apenas as suas resoluções. Considere sempre outros fatores como o zoom, bateria ou armazenamento, para que possa responder de melhor forma às suas necessidades numa câmara.


A importância do sensor

Para recolher fotografias com uma boa luz, é essencial ter atenção aos sensores que a captam. Procure um sensor melhor para garantir uma maior nitidez de imagem e cores vivas.


Vídeo

Se pretende fazer filmagens com a sua máquina fotográfica, é necessário procurar uma que tenha 1080p de resolução de vídeo ou com capacidade para filmar em HD.


Bateria ou pilhas

A bateria é mais prática e pode durar mais tempo, enquanto que as pilhas podem ser facilmente substituídas e podem salvá-lo em qualquer situação.


Os diferentes tipos de máquinas fotográficas

Compactas: também conhecidas como point-and-shoot, são leves e pequenas, mais baratas, adequadas para uma utilização simples que não requer conhecimentos técnicos. Têm focagem automática e flash embutido e a maioria também grava vídeos.

Bridge: são compactas automáticas, mas com lentes maiores. Oferecem um zoom poderoso e a possibilidade de ajustes manuais de velocidade, ISO e abertura. Têm lentes fixas, aberturas limitadas e sensores pequenos. Permite encaixe de acessórios como flash externo e é uma boa câmara para quem quer aprender mais sobre fotografia.

DSLR: requerem conhecimento técnico, por isso são indicadas para fotógrafos profissionais. Têm um mecanismo com espelhos que permitem ao fotógrafo ver exatamente o que está a fotografar. As lentes podem ser trocadas e é permitido um maior controlo manual sobre a qualidade e as características da fotografia. Podem filmar em alta definição e dão a possibilidade de fotografar no formato RAW e o uso de flash externo.

Mirrorless: não possuem viewfinder ótico, por isso é preciso usar o monitor LCD para fotografar e isto diminui a bateria. As mirrorless compactas são consideravelmente mais leves e oferecem ajustes manuais, permitindo ainda a troca de lentes. Tem melhor qualidade do que as compactas e as superzoom e possuiu ajustes manuais.

Action Cam: as câmaras de ação possuem sistema de estabilização avançado, que resultam em vídeos menos tremidos, nas condições mais adversas. Normalmente, são utilizadas em desportos radicais por possuírem boa resistência, fáceis de transportar e existir uma gama de acessórios e suportes de fixação. O monitor LCD permite visualizar as imagens capturadas. Fotografam e filmam debaixo de água.